23 outubro 2012

Vivó's noivos: As bodas de ouro da Rosa & do Quim (1962-2012) (6): Não há festa sem música (Parte I)

video

Marco de Canaveses > Paredes de Viadores > Missa das bodas de ouro da Rosa & do Quim (1962-2012) > 20 de outubro de 2012 >  Ainda na sacristia da igreja o Júlio, cunhado do Quim e da Rosa, e exímio tocador de violino, tocou, para mim e para o João, esta peça do seu reportório, e que ele tencionava executar na festa em Candoz...

O Júlio faz parte do grupo musical Os Baiões, e é um entusiástico representante da tradição das tunas rurais que tiveram, em Entre Douro e Minho,  o seu apogeu nos anos 50. Até por volta dos 40 anos também era um excelente tocador de violão. Um acidente com uma máquina de cortar madeira (ele é marceneiro de profissão), levou-lhe a falange do indicador da mão direita, obrigando-o a trocar o violão pelo violino (Repare-se, no vídeo acima, a mão que segura o arco do violino)...

 O Júlio é um exemplo extraordinário de força de vontade, talento, sensibilidade, coragem, disciplina e persistência. É, além disso, um homem afável e amigo do seu amigo. A morte, há uns atrás, de um companheiro e amigo, tocador de violão, levou-o a fazer um prolongado processo de luto, de vários anos, em que deixou pura e simplesmente de tocar.

Vídeo (1' 15''): Luís Graça (2012)

Sem comentários: